Petrobras vai desativar térmica na Bahia após falhar em acordo de arrendamento

0
8

SÃO PAULO (Reuters) – A Petrobras decidiu desativar a usina termelétrica TermoCamaçari, na Bahia, após ter encerrado sem êxito negociações com a Proquigel Química para arrendamento do empreendimento.

“Dessa maneira, a companhia iniciará o processo de descomissionamento da UTE TermoCamaçari, que já se encontra com a outorga revogada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)”, afirmou a estatal em comunicado na noite de terça-feira.

A petroleira acrescentou que a decisão está alinhada a seus planos de “otimização do portfólio” e “melhora de alocação de capital”, visando gerar mais valor para os acionistas.

A Petrobras entrou em março com pedido junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para desativar a usina, que tem 120 megawatts em capacidade e opera com três turbinas a gás e uma movida a vapor, ao alegar que o empreendimento se tornou economicamente inviável, conforme antecipado pela Reuters na ocasião.

- Anúncio Patrocinado -

Na sequência, no entanto, a estatal disse que negociava o arrendamento da térmica junto à Proquigel, empresa do Grupo Unigel.

(Por Luciano Costa)

- Anúncio Patrocinado -