Imunização de idosos com mais de 85 começa nesta quinta (11) em SP

0
5

A Prefeitura de São Paulo antecipou para esta quinta-feira (11) o início da vacinação de idosos a partir de 85 anos (até 89 anos) nos cinco drive-thrus da cidade. O público estimado nessa faixa etária é composto por 89.088 pessoas.

Segundo a Coordenadoria de Vigilância em Saúde, vinculada à SMS (Secretaria Municipal da Saúde), a partir desta sexta-feira (12), a vacina também será oferecida em todas as 468 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município e nos três Centros-Escolas que estão ativos desde o início da vacinação para os maiores de 90 anos.

A SMS orienta que as pessoas não se antecipem ao horário de abertura dos drive-thrus para evitar desconforto desnecessário aos idosos.

A operação de imunização nos drive-thrus terá o apoio da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) para coordenar a organização do trânsito local. O funcionamento das cinco unidades será entre 8h e 17h nos seguintes endereços:

- Anúncio Patrocinado -

1. Praça Charles Muller — Estádio do Pacaembu (Zona Oeste);

2. Neo Química Arena Corinthians (Zona Leste);

3. Autódromo de Interlagos (Zona Sul) — Rua Jacinto Júlio – Portão 9 – KRF;

4. Centro de Exposições do Anhembi (Zona Norte) — Rua Olavo Fontoura – Portão 38;

5. Igreja Boas Novas, na Vila Prudente (Zona Leste) — Rua Marechal Malet, 611 – Parque da Vila Prudente.

Já os idosos com dificuldades ou incapacidade de locomoção serão atendidos pelas equipes de ESF (Estratégia de Saúde da Família) e vacinados em suas casas.

Nas regiões sem a cobertura da ESF, o familiar ou responsável pelo idoso deve entrar em contato com a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima e solicitar o serviço.

A prefeitura paulistana reforça a informação que os idosos, seus familiares ou qualquer pessoa que integre o público previsto na campanha podem realizar o pré-cadastramento para a vacinação contra a covid-19 no site “Vacina Já”. O endereço é www.vacinaja.sp.gov.br.

A ferramenta foi criada pelas autoridades sanitárias para agilizar o atendimento e a evitar aglomerações durante a imunização.

No entanto, as autoridades sanitárias frisam que o agendamento não é obrigatório para receber a vacina, mas contribui para melhorar a dinâmica dos serviços e a rotina do próprio cidadão.

- Anúncio Patrocinado -


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here