Governo da RDC manda população deixar cidade após erupção

0
5

O governo ordenou na noite deste sábado (22) a saída de população da cidade de Goma, no leste da República Democrática do Congo, após a erupção do vulcão Nyiragongo, informou uma fonte oficial.

“Foi ativado o plano de esvaziamento da cidade”, anunciou no Twitter o ministro das Comunicações, Patrick Muyaya. “O governo estuda as medidas urgentes que deve tomar a partir de agora.” 

A decisão foi anunciada após uma reunião de emergência do governo sobre a atividade vulcânica em Goma. O Nyiragongo entrou em erupção na noite de sábado e um rio de lava descia de sua cratera rumo ao leste, na direção da fronteira com Ruanda.

A atividade repentina assustou a população. Milhares de pessoas fugiram do posto fronteiriço para o sul da cidade, e outras para o oeste, rumo à região de Masisi. “Há muita gente na estrada, muitos carros”, descreveu um morador, que levava a família de carro para a localidade de Sake, pela estrada de Masisi. “Tem crianças, mulheres e idosos que vão caminhando, e com a chuva é complicado.”

- Anúncio Patrocinado -

A região de Goma, na província de Kivu do Norte, vizinha a Ruanda e Uganda, é uma área com seis vulcões, entre eles os vizinhos Nyiragongo e Nyamuragira.

- Anúncio Patrocinado -