Araújo e secretário de Estado dos EUA falam sobre Covid, comércio e meio ambiente em 1ª conversa

0
5

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, informou por meio de uma rede social que, nesta quinta-feira (11), teve sua primeira conversa por telefone com o secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken.

Na mesma rede social, o Ministério das Relações Exteriores (MRE) relatou que Araújo e Blinken falaram, entre outros temas, sobre comércio e investimentos, defesa e promoção da democracia, clima e meio ambiente, direitos humanos e enfrentamento à pandemia de Covid-19.

Foi a primeira conversa entre Araújo e Blinken, que responde pela diplomacia do governo do presidente Joe Biden, que tomou posse no mês passado.

- Anúncio Patrocinado -

O presidente Jair Bolsonaro declarou apoio à reeleição de Donald Trump, adversário de Biden. Após o resultado das urnas, o brasileiro chegou a endossar as alegações de Trump de que houve fraude na eleição norte-americana.

As declarações de Bolsonaro geraram mal-estar e o governo brasileiro busca agora uma aproximação com Biden.

Araújo disse que a conversa foi “longa e produtiva”, em uma “agenda 100% positiva” que, segundo ele, deixou claro que há “excelente disposição e amplas oportunidades” para avançar na construção de uma “parceria profunda” entre os dois países.

“Encontramos convergência de visões sobre a centralidade da democracia e grande empenho em trabalhar juntos nas questões do comércio, do clima e promoção dos direitos humanos. EUA seguem sendo parceiro-chave na transformação do Brasil em torno da liberdade econômica e política”, disse Araújo.

Carta a Biden

Diferente da maior parte dos líderes de países, Bolsonaro levou mais de um mês para cumprimentar Biden pela vitória na eleição disputada em novembro de 2020. Após a posse, em 20 de janeiro, Bolsonaro enviou uma carta a Biden.

Ana Flor sobre carta de Bolsonaro a Biden: ‘Mudança de tom chama atenção’
Ana Flor sobre carta de Bolsonaro a Biden: ‘Mudança de tom chama atenção’

2 min Ana Flor sobre carta de Bolsonaro a Biden: ‘Mudança de tom chama atenção’

Ana Flor sobre carta de Bolsonaro a Biden: ‘Mudança de tom chama atenção’

Comentarista Ana Flor analisa o envio de carta do presidente Jair Bolsonaro para cumprimentar Joe Biden após posse nos Estados Unidos.

Na carta, o presidente brasileiro manifestou interesse em fechar um acordo de livre comércio com os EUA, citou a possibilidade de uma parceria para o desenvolvimento sustentável e a proteção do meio ambiente – especialmente da Amazônia – e na contribuição dos dois países para uma ordem internacional centrada na democracia e na liberdade.

Vídeos: assista a mais notícias internacionais

- Anúncio Patrocinado -


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here